INTOLERÂNCIA E ALERGIA ALIMENTAR


Muita gente confunde alergia alimentar com intolerância alimentar.
Aprenda a diferenciá-las:

- INTOLERÂNCIA ALIMENTAR é um problema causado por alguma deficiência na digestão de uma carboidrato ou lipídeo. Quem tem o distúrbio, que é permanente, pode até consumir pequenas porções do alimento a que é intolerante. Os sintomas são: diarreia, gases e vômitos e podem levar de 02 hs a 03 dias para aparecerem;

- ALERGIA ALIMENTAR acomete cerca de 8% das crianças, geralmente com menos de 03 anos de idade porque seu sistema digestivo ainda está imaturo para quebrar e processar grandes moléculas de proteína. Dessa forma elas passam inteiras para a corrente sanguínea e o organismo as identifica como um elemento estranho, detonando um ataque do sistema imunológico. Os sintomas são: coceira, dor de barriga e vômitos e aparecem imediatamente após o consumo e pode ser fatal.

Os alimentos responsáveis por este desconforto podem ser:

OVO – o grande perigo é a clara, cujas proteínas são altamente alergênicas, em especial a albumina. Não ofereça para crianças com menos de 10 meses.

SOJA – leites a base de soja são recomendados para crianças sensíveis ao leite de vaca, mas a soja pode provocar alergias na primeira infância entre 01 a cada 10 crianças.

TRIGO – outro vilão das alergias alimentares devido a sua proteína, o glúten.

LEITE DE VACA - é um dos campeões dos casos de alergia alimentar devido a lactose, por isso não é recomendado para bebês com menos de 06 meses.

Os alimentos industrializados devem ser evitados pois, possuem em sua composição corantes que também podem desencadear alergias nos pequeninos.
Os especialistas confirmam o problema retirando o alimento suspeito das refeições e depois ela é oferecida em pequenas quantidades para avaliar a reação de seu organismo.
Para alívio da família, as alergias alimentares que atormentam a infância tendem a desaparecer com o tempo.

Comentários

Postagens mais visitadas