DIABETES

É uma doença crônica com diversos distúrbios metabólicos, onde o organismo apresenta como principal alteração a hiperglicemia (aumento da  glicose no sangue). Isto é resultado da produção deficiente ou utilização inadequada da insulina (hormônio responsável em retirar a glicose do sangue, levá-la até as células para a produção de energia).

TIPOS:

DIABETES MELLITUS Tipo 1: Crianças e adultos jovens.
DIABETES MELLITUS Tipo 2: Adultos

TRATAMENTO E CONTROLE DO DIABETES
O tratamento do diabetes é composto por uma tríade, que envolve a medicação utilizada no tratamento, seja ela oral ou injetável, a terapia nutricional e atividade física.

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL É ESSENCIAL
Uma alimentação saudável é fundamental no tratamento do diabetes, já que ajuda o organismo a manter o nível de glicose no sangue equilibrado. Assim o plano alimentar juntamente com a atividade física e as medicações antidiabéticas são essenciais no controle e acompanhamento da doença e de outras complicações.

FIQUE ATENTO
Todos os macronutrientes (carboidratos,lipídeos e proteínas) são geradores de energia, assim possuem relação direta com a elevação da glicemia. O que os diferenciam são a porcentagem de absorção e a velocidade de utilização da glicose.
Do total de proteínas ingeridas, 35 e 60% são convertidas em glicose num intervalo de 3 a 4hs e 10% das gorduras no período igual ou maior a 5 hs. Carboidratos transformam-se quase 100% em glicose de 15minutos a 2 hs.

O QUE COMER?
Cereais integrais como: arroz integral, trigo integral, farelo de trigo, aveia em flocos;
Frutas
Hortaliças
Leguminosas como: feijão, lentilha, grão de bico, ervilha e soja

ÍNDICE GLICÊMICO
Indica o quanto o alimento é capaz de elevar a taxa de glicose no sangue pós-refeição.
Classificamos os alimentos em 3 tipos:
- Alto índice glicêmico: aumenta a glicose sanguínea de forma acelerada. São eles: alimentos refinados, açucares e tubérculos.
- Médio índice glicêmico: elevação moderada do s níveis de glicose no sangue.
- Baixo índice glicêmico: conversão lenta e gradual de carboidrato em glicose. São eles: frutas, vegetais não feculentos e legumes.

DICAS:
  •  Prefira, sempre que possível: pão integral, aveia, arroz integral, feijão em grãos inteiros e milho em grãos. Eles são ricos em fibras;
  • Feijão, ervilha, lentilha, grão de bico e soja, além de fornecerem carboidratos, são também boas fontes de proteina e fibras;
  • Evite consumir purês com queijos, dê preferência as batatas, mandiocas, cará e inhame em pedaços e sem gorduras, consuma em substituição ao arroz e macarrão.
  • Adoçantes: são recomendados para dietas especiais como as de restrição ( diabetes ) e de emagrecimento. Consuma com moderação.

     
 

Comentários

Postagens mais visitadas