VOLTE A FORMA APÓS A GRAVIDEZ



Volte à forma após a gravidez com a corrida
Descrição: E-mailDescrição: ImprimirDescrição: PDF
Durante os nove meses de gravidez, o corpo da mulher passa por uma série de transformações, tanto hormonais quanto físicas. Terminada a gestação, porém, a produção hormonal se estabiliza e volta ao normal.
Já em relação ao físico, não é tão simples assim. Para voltar à forma, a receita mais indicada é uma dieta equilibrada, aliada a exercícios físicos, dentre os quais a corrida é muito bem recomendada, por ser uma atividade completa e de resultado rápido. Haja vista a grande adesão por parte de famosas como Juliana Paes, Carla Marins, Giovanna Antonelli, Nana Gouvêa, Solange Gomes, dentre outras.
"Além de ser um exercício completo e de rápido resultado, a corrida é muito acessível, pois você pode praticar em qualquer lugar, a qualquer hora, basta ter um par de tênis", comenta Renata Castro, educadora física do Projeto Mulher. Ela explica que no caso das mulheres que já praticavam a corrida antes da gravidez, a recuperação é ainda mais rápida. "As que nunca correram vão sentir mais dificuldade de iniciar um treinamento nesse período, porém ela é recomendada para ambos os casos", afirma.
Dentre os benefícios que a prática proporciona especificamente nessa fase, a educadora cita o fortalecimento do períneo, que costuma ficar bastante flácido após o parto, e a regressão da diástase (afastamento) do músculo reto abdominal. "A corrida não só melhora a autoestima como influencia diretamente no humor, por conta da produção de endorfina. O que é importante nessa fase, pois as mudanças hormonais podem acarretar em baixa autoestima e em alguns casos até mesmo depressão", diz.
Técnica de atletismo do Esporte Clube Pinheiros e treinadora da assessoria Correr/Mulher, Eliana Reinert salienta a corrida só deve ser iniciada após a mulher deixar de amamentar, pois pode fazer com que haja diminuição na produção de leite. Na fase de amamentação, é recomendada a caminhada vigorosa¿, afirma.
Outro cuidado em relação à prática nessa fase é a adaptação ao exercício, que deve ser continua e gradual, respeitando aspectos individuais como sobrepeso e condição física básica. "A mulher sofre uma alteração grande por conta da gravidez. Por isso não deve querer recuperar a forma mais rápido do que o ritmo natural do seu corpo. Primeiramente, ela deve objetivar a condição física , resistência, flexibilidade e gosto pela atividade", ressalta, dizendo que, por mais básico que seja o treino de corrida, é importante procurar orientação e um acompanhamento multidisciplinar. "Isso fará com que a mulher tenha uma consciência maior dos cuidados que deve ter consigo", conclui.

Fonte: Corpus Eventos

Comentários

Postagens mais visitadas