TAMARINDO

VAMOS CONSUMIR MAIS ESSE FRUTO SABOROSO E NUTRITIVO!



O tamarindo é rico em vitamina C e B1 (tiamina), fósforo, cálcio, ferro e pectina, principal fibra solúvel (capaz de reduzir o colesterol do sangue). A polpa é rica em ácido cítrico, málico e tartárico, parcialmente combinados sob a forma de sais de potássio e cálcio. Contrariamente aos outros frutos, a acidez não diminui com a maturação.
O fruto apresenta propriedades fitoterápicas por ter características laxativas, é bastante recomendada para curar males do intestino, sobretudo prisão de ventre.

O tamarindeiro é considerado uma árvore de multiuso. Fonte de madeira, alimento, semente, forragem animal, extrato medicinal e potenciais componentes industriais.
Possui um sabor doce, porém bastante ácido, por esse motivo é pouco consumido in natura. A polpa pode ser usada no preparo de doces, bebidas,conserva, sorvetes, licores e sucos concentrados. Na Índia é usado como tempero para arroz, carne, peixe e outros alimentos salgados.  As sementes são aproveitadas na indústria alimentícias, utilizadas como estabilizantes de sucos e alimentos.

Curiosidades

Apesar de conhecermos o tamarindo como uma fruta, ele é classificado como legume por se tratar de uma vagem.

No Sudeste Asiático e na Índia, era atribuída ao tamarindeiro a fama de ser morada de influências maléficas, sendo seu perfume, sua sombra e objetos produzidos de seu tronco considerados perigosos. Segundo a tradição, as armas que possuíssem bainha feita de sua madeira teriam poderes para dominar o mais temível inimigo, até mesmo os considerados invulneráveis.

Composição do tamarindo, em 100 g:
Energia
(Kcal)
Proteína
(g)
Lipídeo
(g)
Carboidrato
(g)
Fibra alimentar
(g)
Cálcio
(mg)
Magnésio
(mg)
Sódio
(mg)
Potássio
(mg)
Vitamina C(mg)
276 3,2 0,5  72,5 6,4 37 59723  7,2
Fonte: Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TACO), 2006


Referências Bibliográficas

BRASIL. Ministério da Saúde. Coordenação Geral da Política de Alimentação e Nutrição (CGPAN).Alimentos Regionais Brasileiros. Brasília: Ministério da Saúde. 2002.

TODA FRUTA. Valor medicinal das frutas. Disponível em: <http://www.todafruta.com.br/todafruta/mostra_conteudo.asp?conteudo=2768>.

Comentários

Postagens mais visitadas