A cultura orgânica




Outra relação com o que se come, com as pessoas, com a natureza e com a própria vida.


Por Tini Schoenmaker Stoltenborg


  Não é fácil fazer mudanças substanciais na vida. Ás vezes leva anos para decidir dar uma guinada. Assim tem sido com a prática da cultura orgânica, assim como seus consumidores. 

  O primeiro obstáculo a ser vencido é estar disposto a pagar o preço mais caro. Há pessoas que dizem " quando o preço dos produtos orgânicos for igual ao convencional, vou preferir os orgânicos". Será muito difícil chegar este dia. 

Talvez devêssemos parar de perguntar por que comida de verdade é tão caro e começar a perguntar por que os alimentos processados são tão baratos. 

  Sim! Alimento orgânico é caro, porém tratar um câncer também é caro. E aí, no fim das contas, o que sai mais caro? Ser orgânico é valorizar a vida, é voltar a pensar na natureza com sua biodiversidade original, no crescimento silencioso e natural das plantas.

Optar por orgânicos é pensar na refeição, nos alimentos e ingredientes que vão fazer parte do seu ser, das pessoas ao seu redor. É estar do lado da vida.



Pratique bons hábitos.

 Pratique Via Santé.



Comentários

Postagens mais visitadas