CHÁS


Diz a história que os chás tiveram origem por volta de 2800 a.C., onde o imperador chinês Shen Nung fervia água para beber debaixo de uma árvore. Em dado momento algumas folhas caíram dentro da vasilha e após sentir um agradável aroma o imperador achou muito saboroso e passou a fazer experiências com outras folhas e escreveu diversos documentos sobre a utilização das folhas.
Durante muito tempo, o chá foi a segunda bebida mais consumida no mundo perdendo somente para a água. Porém, posteriormente, a mesma acabou deixando a posição para o café, caindo assim para o terceiro lugar no ranking.
Os chás possuem importantes compostos bioativos que tem ações diuréticas, digestivas, antibacterianas, anti-inflamatórias e antioxidantes. Seu uso pode contribuir para a prevenção do desenvolvimento de infecções, doenças cardiovasculares e o crescimento de células tumorais.
Não há um melhor chá indicado pois seu uso varia de pessoa para pessoa, seu estado de saúde e o uso de medicamentos, podendo ter seu efeito potencializado ou reduzido.
Fabiana Trovão, nutricionista do Hospital Albert Einstein recomenda que os chás não devem ser consumidos de forma aleatória, sem indicação de um profissional, pois podem causar danos à saúde.
O consumo do chá deve seguir a regularidade para que seus efeitos possam ser percebidos.

CONFIRA ALGUMAS INDICAÇÕES:

DIGESTIVOS: hortelã, camomila, boldo, sálvia, carqueja e anis estrelado.
CICATRIZANTES: eucalipto, cavalinha, maracujá, couve, bálsamo do peru e cardo santo
CALMANTES: capim cidreira, maracujá, hortelã, folha de laranja, melissa e angélica.
PROBLEMAS ESTOMACAIS: erva doce, hortelã camomila, poejo, angélica, sálvia e funcho.
ANTI-INFLAMATÓRIOS: agrião, limão, hortelã, alecrim, cavalinha, dente de leão e folha de abacate.
COMBATE AOS RADICAIS LIVRES: chá mate
ESTÍMULO DO INTESTINO: semente de linhaça, ameixa preta, cáscara sagrada, hortelã, erva doce e capim cidreira.

Comentários

Postagens mais visitadas