DADOS DA OBESIDADE NO BRASIL


Dados do Ministério da Saúde apontam que o número de brasileiros obesos cresceu 60% em 10 anos. Em 2016, o índice de obesos ficou estável em relação ao ano anterior.
O objetivo da pesquisa é monitorar hábitos de saúde e fatores de risco para doenças crônicas como diabetes e hipertensão.A hipertensão teve um percentual de 25,7% brasileiros diagnosticados em 2016, tendo um pequeno aumento em relação a 2006 que foi de 22,5%.


  • O excesso de peso tende a aumentar com a idade. Jovens registram 38% e pessoas de 45 a 64 anos, 61%.
  • Pesquisa revela que excesso de peso atinge 52% da população adulta no país.
  • Neste quesito os homens ganham. O excesso de peso na população masculina chega a 56,5% contra 49,1% nas mulheres.
  • As doenças crônicas não transmissíveis respondem por 72% dos óbitos no Brasil.
              No tópico melhoria da alimentação, o presidente da SBEM - SOCIEDADE BRASILEIRA DE                ENDOCRINOLOGIA E METABOLOGIA lembra que a mensagem do consumo de alimentos mais             saudáveis vem sendo amplamente difundido pela mídia, com diversos  programas nos meios                 comunicação. O desafio, segundo ele, é em relação à merenda escolar. “Quando uma escola              adota uma postura de alimentação saudável se destaca e cai na mídia, mas isso não deveria ser          assim. O desafio é fazer um trabalho horizontal, e não isoladamente, para que a merenda escolar          adotada seja mais saudável. Essa atitude precisa estar nos projetos de gestores e não só nas              diretorias das escolas, que precisam de vontade política para isso.”

Fonte: SBEM - Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
           VIGITEL - Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico.

Comentários

Postagens mais visitadas